Todos os horários
A&EXTRAS

Aos 14 anos, menino com paralisia cerebral é vítima de bullying humilhante e comove o mundo

Brett Corbett tem 14 anos e nunca deixou que a paralisia cerebral, com a qual nasceu, amargasse a sua existência. 

O menino, que vive na cidade de Halifax, no Canadá, estuda na Glace Bay High School e se esforça para se superar todos os dias.

Recentemente, um vídeo se tornou viral, mostrando vários colegas de Brett maltratando-o cruelmente.

Nas imagens, três garotos obrigam o jovem a se deitar sobre um riacho gelado e caminham sobre suas costas, enquanto um grupo maior ri do que está acontecendo. 

O vídeo é realmente chocante e as reações de indignação vieram em seguida.

Terri McEachern, mãe da vítima relatou à imprensa local que Brett não havia contado o caso para evitar que seus violentos amigos fossem castigados.

“Me partiu o coração. Esse é seu jeito de pensar. As crianças com deficiência têm o dom mais maravilhoso do mundo. Elas não veem maldade em ninguém. Veem só o lado bom das pessoas”, disse.

A pesar de a história ter alcançado grande parte do mundo, gerando tristeza e indignação, para as autoridades do colégio, onde tanto a vítima quanto seus agressores estudam, o fato não teve muita importância.

Os três garotos que aparecem caminhando sobre as costas de Brett receberam apenas um dia de suspensão.

A comunidade escolar, no entanto, reagiu com muito mais força.  Vários dos agressores pediram desculpas públicas a Brett. 

Duas garotas, que riam enquanto o menino era maltratado foram inclusive à sua casa ler uma carta de arrependimento. 

“Eu não deveria ter pedido a você que entrasse na água. Eu deveria tê-lo ajudado a se levantar em vez de derrubá-lo.  Você é muito mais forte que eu e eu realmente lamento pelo que eu fiz. Essa não sou eu.  Eu realmente me importo. Tomei uma decisão muito má e viverei com isso pelo resto da vida. Quero, de todo meu coração, ser uma pessoa melhor, e prometo que nunca mais deixarei isso acontecer com ninguém”, dizia a  carta.

Enquanto todas as testemunhas da cena choravam lágrimas emocionadas, o pequeno Brett respondeu à altura:

“Estou feliz que isso tenha acontecido comigo.  Talvez essa história possa fazer alguma diferença”,  expressou.


Nesta terça, a partir das 20h10, tem dobradinha de NCIS: LOS ANGELES e NCIS: NOVA ORLEANS. Não perca!


Imagem: Facebook/Reprodução