Todos os horários
A&EXTRAS

Ela acreditava estar casada com um agente da CIA, mas o marido escondia um segredo

Ela sabia que, por seu marido ser um importante agente da CIA, poderia desaparecer misteriosamente de casa. Missões, viagens repentinas... a vida dele definitivamente não era a de uma pessoa comum. 

Sua tarefa consistia em acobertá-lo perante os familiares e vizinhos, o que ela fazia com orgulho por servir à pátria. Mas o que a escocesa Mary Turner Thomson não sabia é que estava sendo enganada.

Casada com William Allen Jordan, nascido nos EUA, Thomson ficou imersa em uma fantasia durante anos. Ele era o marido ideal: amável, atento às suas necessidades e um pai maravilhoso de dois filhos. No entanto, Jordan não era nem agente da CIA, nem amável, atento ou um pai maravilhoso. Durante o tempo que Jordan se ausentava devido a “missões”, o “agente” aproveitava para visitar suas outras famílias. Ele tinha outra esposa oficial e 13 filhos com outras mulheres. Thomson descobriu tudo por conta de uma ligação telefônica. 

Em 2004, uma mulher a ligou e a assegurou que ela também estava casada com seu marido. “Nos encontramos em um café e conversamos durante 12 horas. Quando ela foi embora, às 6 da manhã do dia seguinte, enviei uma mensagem a Jordan e o abandonei”, conta Thomson, que escreveu um livro chamado “The Bigamist: The True Story of a Husband’s Ultimate Betrayal” (“O Bígamo, a Verdadeira História da Traição Final de um Marido”, na tradução), no qual detalhou todo seu drama. 

Jordan foi sentenciado por bigamia, fraude e posse ilegal de arma de fogo, e foi deportado aos Estados Unidos. 


Nesta quarta, a partir das 20h10, tem dobradinha de NCIS: LOS ANGELES e NCIS: NOVA ORLEANS. Não perca!


Fonte: Infobae