Todos os horários
A&EXTRAS

Homem armado invade bar e mata 12; é o 307º ataque deste tipo em 2018 nos EUA

Doze pessoas, incluindo um policial, foram mortas depois que um homem armado invadiu um bar lotado na cidade de Thousand Oaks, na Califórnia, nos EUA. 

Outras centenas de pessoas foram feridas no ataque. No momento, o local realizava  uma festa de música country. 

O atirador, David Long, de 28 anos, entrou no local e abriu fogo. Ele trabalhou na Marinha dos EUA e foi encontrado morto após a carnificina – mas não há informações de que ele cometeu suicídio ou foi atingido por algum policial. 

“Aparentemente, ele chegou ao local, atirou no segurança que cuidava da portaria e assim que entrou no clube começou a disparar”, explica o xerife local, Geoff Dean. 

Long tinha histórico de violência. Quando serviu à Marinha, várias vezes foi observado por reações violentas. Em abril deste ano, foi denunciado por provocar distúrbios na vizinhança onde mora. Ele chegou a passar por uma avaliação psiquiátrica, mas acabou sendo dispensado do tratamento.

A arma utilizada no massacre, uma Glock de calibre 45, foi comprada legalmente em uma loja dos EUA.

A polícia chegou ao local do crime cerca de três minutos após receber o pedido de socorro, por volta das 23h20 da noite desta quarta-feira, dia 7 de novembro.

“Havia sangue em toda parte. As pessoas se escondiam, horrorizadas, nos banheiros,  nos depósitos, tentavam quebrar janelas. Uma cena horrorosa”, explica Dean. 


A&E investiga CULTOS E CRENÇAS EXTREMAS. Sexta, a partir das 19h45!


Fonte: NBC News