Todos os horários
A&EXTRAS

Ossada encontrada pode revelar a misteriosa relação entre Vaticano, Maçonaria e máfia italiana

A sociedade italiana volta a viver um caso impune que envolve o estado, o Vaticano, a máfia e a vertente maçônica mais importante das últimas décadas.

Em 22 de junho de 1983, uma jovem de apenas 15 anos, Emanuela Orlandi, filha de um funcionário do Vaticano que trabalhava diretamente com João Paulo II, saiu de sua aula de flauta e desapareceu sem deixar rastros.

Passaram 35 anos do desaparecimento. As distintas linhas de investigação apontavam para os segredos que seu pai sabia sobre a Santa Sé. No entanto, a máfia e a Loja P2 – mítica loja maçônica que funcionou de 1877 a 1981 – também foram investigadas, mas nada havia sido descoberto, até agora.

O Vaticano, dentro de uma série de reformas que está realizando na nunciatura apostólica romana, encontrou restos de ossos humanos que estão sendo analisados para detectar DNA e tentar esclarecer um dos casos mais polêmicos que intriga a sociedade italiana nos últimos 35 anos.

A promotoria recorre aos processos mais inovadores em perícias forenses para tentar dar uma resposta se esses restos ósseos pertencem ao midiático Caso Orlandi.


Não perca a nova temporada de NCIS: NOVA ORLEANS - Toda quarta às 21h35!


Fonte: El País