Todos os horários
A&EXTRAS

Solucionado mistério da mulher que tocava campainhas seminua e algemada

Um morador do bairro Sunrise, em Montgomery, Texas, acordou no meio da madrugada ao escutar a campainha. Ele saiu da cama e, quando olhou as imagens de seu vídeo de segurança, não reconheceu a mulher que havia estado à porta, mas notou que ela estava seminua, e por isso avisou a polícia. O xerife do condado difundiu o vídeo e pediu aos moradores que ajudassem a identificar a mulher, já que achava que poderia ser uma pessoa dada como desaparecida.  

O mais interessante no caso é que a mulher havia tocado a campainha em várias casas, e todos os vizinhos informaram que ela tinha as mãos atadas. O vídeo se tornou viral dentro e fora dos Estados Unidos. Graças a essa difusão, a polícia recebeu uma chamada de urgência de uma mulher que dizia ter recebido ameaças de seu marido e também assegurou saber quem era a pessoa das imagens. Os agentes confirmaram que a mulher misteriosa era a namorada de seu ex. 

As autoridades locais foram à casa de Dennis Ray Collins, de 49 anos, e descobriram que ele havia se suicidado com um tiro no peito. Dentro da casa, os investigadores encontraram evidências que provavam o vínculo amoroso do homem com a mulher. Após entrar em contato com a família da vítima, a polícia conseguiu encontrá-la e pegar seu depoimento. Ela explicou o que havia acontecido e, tendo em conta que realizou uma denúncia por agressão sexual, foi mantida a salvo junto a seus familiares. 

Antes de tirar sua própria vida, Collins havia deixado um bilhete suicida, no qual detalhou que estava a par da mobilização gerada por conta de sua namorada perdida na vizinhança. Ele admitiu ser o responsável pelo estado perturbador em que ela se encontrava naquela noite. Para a Justiça, o caso se encontra em aberto como uma investigação de agressão sexual, sequestro e retenção ilegal. 


Eles ficarão dois meses dentro de uma cadeia nos EUA, como prisioneiros disfarçados. 60 DIAS INFILTRADOS NA PRISÃO - Sexta, 20h!


Fonte: Infobae